Ventilação pulmonar é essencial ao tratamento intensivo de idosos

November 9, 2017

A população brasileira está envelhecendo. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad)¹, em 2014 os brasileiros com mais de 60 anos chegavam a mais de 27 milhões, um aumento de 0,7% em relação ao ano de 2013. Esta realidade faz com que cresça a necessidade de tratamentos e equipamentos médicos para atender às demandas deste público.

 

Entre os equipamentos essenciais para a manutenção da saúde dos idosos quando precisam de algum tratamento intensivo estão os ventiladores pulmonares. Como as ações dentro de uma UTI são rápidas, os equipamentos precisam ser um ponto de apoio para os profissionais.

 

As patologias que exigem tratamento intensivo, nas quais o idoso necessita de ventilação mecânica, são na maioria dos casos infecções, principalmente pulmonares. Neste momento o uso de um equipamento simples faz toda a diferença. “Como as ações são rápidas, um equipamento pré-programado facilita muito a realização das atividades diárias”, ressalta Caio Veloso da Costa, fisioterapeuta especializado em saúde do idoso.

 

Costa cita ainda que a ventilação mecânica também é usada no pós-operatório de cirurgias ortopédicas. “É cada vez maior o número de idosos que sofrem quedas e necessitam de cirurgias. Durante a operação muitas vezes é usada a ventilação pulmonar e o paciente continua no aparelho por um ou dois dias”, diz o especialista.

 

Outro ponto importante no uso da ventilação pulmonar é na hora do “desmame”. A média de uso do aparelho é de cinco dias. Durante todo o tempo, uma junta de profissionais avalia as condições do paciente. Em caso de evolução positiva é feita a tentativa de retirada do paciente da ventilação mecânica.

 

 

Caso a extubação (processo retirada da ventilação mecânica) falhe e ele retorne para o respirador pulmonar, ter à disposição um recurso do equipamento pré-programado é extremamente importante, para retomar o processo de respiração mecânica de maneira rápida. “Como temos uma série de cuidados específicos neste momento, manejar a ventilação mecânica mais rápida é crucial”, conclui Costa.

 

“Pensamos nos enfermeiros e técnicos que manuseiam os equipamentos e deixamos a interface do nosso ventilador mais clean. Apertando apenas um botão é possível iniciar a ventilação, deixando o tratamento mais eficiente e economizando tempo para outras ações”, ressalta Tatsuo Suzuki, diretor industrial da Magnamed, empresa brasileira voltada para o mercado de cuidados críticos e especializada em ventilação pulmonar, ao explicar o funcionamento do Fleximag Plus, que apresenta padrões respiratórios pré-programados para neonato, infantil e adulto.

 

 

 

Please reload

Posts Em Destaque

Transporte aéreo investe em tecnologia de ponta para ganhar mercado

July 16, 2016

1/1
Please reload

Posts Recentes