top of page

O manejo e utilização adequada dos acessórios em ventiladores mecânicos

Sabemos que a ventilação mecânica promove um suporte ventilatório necessário utilizado nos casos de insuficiência respiratória, e para que o ventilador mecânico realize suas funções de forma segura, é importante o uso correto dos acessórios, que são peças fundamentais para o funcionamento adequado e integral do equipamento.


De acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), “os acessórios são incluídos porque a combinação do ventilador e dos acessórios precisa ser adequadamente segura, os acessórios podem ter um impacto significativo na segurança básica ou no desempenho essencial de um ventilador”.


Os acessórios podem variar de acordo com cada fabricante, por isso é muito importante ficar atento aos itens que são necessários para iniciar a ventilação mecânica. Nos ventiladores Magnamed, cada modelo possui seus acessórios específicos e fundamentais, como por exemplo: circuito respiratório, sensor de fluxo e válvula exalatória.


Lembrando que os acessórios também podem diferir se a ventilação for invasiva ou não invasiva (conforme a categoria de paciente), podendo incluir também alguns acessórios adicionais como umidificadores, conectores para leitura de capnografia, oximetria entre outros.


Parte frontal ventilador Fleximag Max. Principais entradas e conexões dos acessórios. Fonte: Arquivo Pessoal.


O circuito respiratório consiste em uma tubulação conectando o ventilador ao paciente, por onde acontece a entrada e saída de todos os gases respiratórios. Existem circuitos de ventilação invasiva e os específicos para ventilação não invasiva (conforme a categoria do paciente); o sensor de fluxo irá medir o fluxo expirado pelo paciente, e as válvulas exalátórias auxiliam no controle da pressão dentro do sistema.


Em um Boletim Informativo de Tecnovigilância, após a avaliação de riscos e investigação de incidentes em ambientes hospitalares, um dos aspectos citados como um dos principais riscos ao paciente é durante a preparação do equipamento, a montagem de circuito respiratório e demais acessórios implicam diretamente na ocorrência de incidentes.


Antes de iniciar a ventilação mecânica deve ser feito a montagem de todos os componentes conforme descrito em manual. Após a montagem é recomendado realizar autoteste inicial, nele é possível checar a pressão regulada dos gases, válvulas proporcionais, válvula expiratória, célula de oxigênio, sensores de fluxo, vazamento, resistência e complacência do circuito respiratório.


Portanto, é essencial a montagem correta dos acessórios e verificação de todo o sistema e, se algo não estiver adequado, é possível identificar e corrigir antes de iniciar o suporte respiratório ao paciente.



REFERÊNCIAS:

Carvalho, C.R.R.; Junior, C.T.; Franca, S.A. III Consenso Brasileiro de Ventilação Mecânica; J Bras Pneumol. 2007;33(Supl 2): S 51-S 53


ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT): NBR ISO 80601-2- 12: Equipamento eletromédico Parte 2-12: Requisitos particulares para a segurança básica e o desempenho essencial de ventiladores para cuidados críticos: apresentação. Rio de Janeiro: ABNT, 2014.


BIT – Boletim Informativo de Tecnovigilância, Brasília-DF, nº 03, jul/ago/set 2011 ‐ ISSN 2178-440X.Acesso em: https://www.saude.sc.gov.br/index.php/informacoes-gerais-documentos/vigilancia-em-saude/ceciss/manuais-e-formularios/manuais-ceciss/5212-abordagem-de-vigilancia-sanitaria-de-produtos-para-saude-comercializados-no-brasil/file


239 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page