top of page
  • Magnamed

Inovação em Saúde

Para a Magnamed, inovar é algo essencial! Mas você sabe definir o que é inovação em

saúde?


A inovação, para a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), é

a entrega de um produto, processo ou método completamente novo ou significativamente

melhorado. Dessa forma, dentro da área da saúde, podemos inovar de várias maneiras, mas

sempre com o objetivo final de melhorar a qualidade do sistema de saúde.


No Brasil, temos uma Política Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde,

vinculada ao SUS (atendendo à sua competência de incremento do desenvolvimento

científico e tecnológico), com o objetivo de contribuir com a produção de conhecimentos

técnicos alinhados com as especificidades regionais.


Com o avanço científico percebemos, também, o avanço na área da saúde. Conceitos antes

mais restritos, como o digital health, tornam-se mais difundidos e acessíveis, como os

relógios que mensuram e analisam dados clínicos de seu usuário.


O uso das novas tecnologias permite uma gama de possíveis usos-finais, como o próprio

desenvolvimento de equipamentos médicos (a exemplo de ventiladores mecânicos) com

mais recursos e melhor monitorização.


Os benefícios de se utilizar a tecnologia na área da saúde são, principalmente, o aumento da

eficácia e do acesso à saúde, reduzir custos, aumentar a qualidade e tornar a medicina mais

personalizada para os pacientes.


Sabemos que a inovação pode gerar efeitos diferentes cada pessoa; enquanto uma ficará

receosa, outra poderá sentir-se animada e ansiosa para aplicar em seu dia a dia. Mas, o que

deve sempre ficar claro, é que objetivo maior dessa inovação é melhorar o cuidado!


A própria OMS em seu guideline "Recommendations on digital interventions for health

system streghthening" reforça que o papel da tecnologia é garantir a qualidade e

acessibilidade dos serviços de saúde.


A MAGNAMED está sempre buscando inovar e desenvolver produtos para o melhor cuidado

com o paciente crítico! E, pensando nisso, teremos novidades para apresentar esse mês!



Referências

Jandoo T. WHO guidance for digital health: What it means for researchers. Digit Health.

2020;6:2055207619898984. Published 2020 Jan 8. doi:10.1177/2055207619898984


Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Manual de Oslo: Diretrizes

para coleta e interpretação de dados sobre inovação. 3. Ed. Paris: OCDE, 2005

159 visualizações0 comentário
bottom of page